Livros disponíveis na Amazon



Amor rebelde de Margaret Pargeter
Raking do livro
 1 1
Ranking Hot
Raking de calor
Votos: 35

Amor rebelde

Baixar livros romances pdf

The Odds Again

Coleção Sabrina

, nº 347
Editora Nova Cultural , 1984
Feia, sem graça, sem atrativos. Assim era Gail aos olhos de Cari Elliot. Mas certo dia o patinho feio decidiu se transformar em cisne. Um cabeleireiro, uma butique famosa, um certo atrevimento nos modos outrora tímidos, e surgiu a bela Gail! Só havia um problema: Cari não a amava; continuava a desprezá-la mesmo quando faziam amor. E Gail percebeu que não bastava sua beleza para conquistar aquele homem cruel e insensível- Só havia um jeito de tê-lo nos braços...
36 pessoas querem ler este livro!
Listas com este livro

Outros livros com o mesmo assunto

3
Raking hot
4 Gostei  

Eu achei o mocinho desta história muito Idi, ele era extremamente arrogante e grosseiro, e a mocinha uma boba submissa por demais.

1
Raking hot
2 Gostei  

Detestei! a mocinho é a perfeita mulher capacho e o mocinho é grosseiro, egoísta, arrogante ...

1
Raking hot
0  Gostei  

Lidoo demaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais *-*

1
Raking hot
4 Gostei  

Deststável. O " mocinho" é um troglodita, na melhor das hipóteses, e a garota tem graves problemas emocionais, para suportar tantos abusos dele.Eca !

1
Raking hot
2 Gostei  

O sujeitinho tá mais para psicopata que para mocinha. E a coitada da mocinha deveria ser internada por pproblemas mentais, pobrezinha

1
Raking hot
2 Gostei  

As vezes eu me pergunto se esses livros são realmente escritos por mulheres. Aff mocinho arrogante, mocinha submissa...

1
Raking hot
0  Gostei  

Li um livro pior que este, acho que é Amante Cigano. O mocinho é um fotógrafo, Revel Brandem, que simplesmente massacra a mocinha Carla em 118 páginas; por fim, em 02 páginas ele se explica e vivem felizes para sempre. Menos eu, que abomino o livro. Pena que não o encontrei ainda para votar contra.

1
Raking hot
1 Gostei  

Sabe q tb tenho essa impressão,principalmente nas descrições de certas cenas de sexo ou na crueldade dos mocinhos e a idiotice de certas mocinhas.Parece + o ideal de homem machista,sei lá.AMO ESSE SITE!Ñ ME CANSO DE DIZER!rsrsrsrs...BJSSSSSS

1
Raking hot
0  Gostei  

mocinho não conquistou, me irritou isso sim

1
Raking hot
0  Gostei  

que livro ruim é esse gente, esse rapaz acabou com o livro.

1
Raking hot
2 Gostei  

Acho que a autora queria provar aquela velha máxima de quem espera sempre alcança, coisa que a Linda Howard fez maravilhosamente bem em QUASE ETERNO. Já a M, Pargeter transformou sua mocinha num ser descerebrado, sem vontade própria, masoquista e digna de pena. Não recomendo

1
Raking hot
0  Gostei  

NOSSA! eu perdi completamente a vontade de ler logo na 5 pagina. palavras não podem descrever o quanto eu detestei.

1
Raking hot
0  Gostei  

aff... detesto mocinhas submissas.

1
Raking hot
1 Gostei  

Aff nem vou ler, pior do q esse soh Um dia, de David Nicholls

5
Raking hot
0  Gostei  

Cada um com um gosto, adoro romance mas ne por isso gosto de melação! adoro os mocinho que puxam pelo cabelo jagam as mocinhas na parede e as chamam de largaticha..isso sim é prazer!

1
Raking hot
0  Gostei  

Esse é mais um livro da M. Pargeter que as mocinhas são capachos dos mocinhos. Eta mulher que gosta de fazer as meninas serem pisoteadas e humilhadas pelos TDB.

5
Raking hot
0  Gostei  

amei.

1
Raking hot
2 Gostei  

Li-o todo e posso afirmar que o livro é de perto um dois piores que já li. Várias partes não fazem sentido, o mocinho é sem noção nenhuma e a mocinha então... Nem se fala.

1
Raking hot
0  Gostei  

Adoro vir nos livros mais odiados, mas esse realente é muito ruim, sem química sofrimentos bestas uma estória péssima sem enredo final ruim

5
Raking hot
0  Gostei  

Gente estava doido por esse livro e nao lembrava, bem amoooooo de montão e chorei bastante

1
Raking hot
1 Gostei  

Gente sério estou chocada!!!!!!!!!!!!que mocinho fdp...e que mocinha idiota. Eu não aturaria metade dos desaforos que a boba desse teve que aguentar.

5
Raking hot
1 Gostei  

Foi o primeiro romance que li aos 13 anos de idade, minha tia tinha uma super coleção e passou pra mim e depois eu os passei para frente, procurei por esse livro em vários sebos e não encontrava lembrava da capa, mas não do nome, hoje quando estava desistindo resolvi passar para a página seguinte e Voilà aqui está ele! Amo demais!

1
Raking hot
5 Gostei  

Que livro péssimo!!! Esse mocinho me deixou com raiva o livro todinho,a mocinha chora coitada e se humilha.Ela além de ser constantemente humilhada pelo mocinho e pela ex namorada dele,ainda tem que ouvir dele: Você não é digna de pronunciar o nome dela!Isso tudo em defesa da ex que tinha dado um pé na traseira dele,depois que ele quebrara a perna affffff pior que esse mocinho,só os da Diana Palmer

3
Raking hot
0  Gostei  

Este livro,no começo, é um pouco monótono e até cansativo.No entanto,quando o final se aproxima,o desenrolar dos acontecimentos acaba prendendo o leitor.Sem dúvida, o mocinho é cruel e egoíta ao extremo.Sabe ferir a Gail com palavras,parece que nem a ver como ser humano.Tudo isso porque ele acha que ama a Diana.É emocionante o reencontro dos dois.Valeu a pena ler!

1
Raking hot
15 Gostei  

bua Sinceramente ? A única pessoa certa nesse livro é a Diana, que foi muito sensata quando deu um pé na bunda do mocinho/vilão.Já a mocinha/capacho Gail nem sequer é digna de pena: é digna de desprezo, isso sim. O Carl talvez estivesse dando o que ela queria quando a tratava como um papel higiênico usado. Quanto ao final, não há conversinha mole ou lágrima de crocodilo que justifique o desprezo, a tortura psicológica e a completa falta de respeito para com a moça-capacho. Abominável, da mesma es

1
Raking hot
3 Gostei  

Gente, livro péssimo: mocinha extremamente sem amor próprio, capacho de um mocinho ignorante, frio e superficial. A mocinha, Gail, passa o livro todo sendo humilhada e pisada, pura tortura psicológica.Sinceramente, faz todo o sentido ele( o mocinho) ter levado um pé na bunda da noiva. Livreco idiota!

4
Raking hot
1 Gostei  

Adoro esse livro. Tá o cara é grosso, a garota bobinha, mas e daí?!! É uma estória pô. Eu não suporto os romances onde tudo é azul. Mulher linda, home lindo, dinheiro as pampas e estória sem sentido.

1
Raking hot
0  Gostei  

Também reviro os olhos para esses bilionários-com-corpo-de-Adônis; também acho que as autoras deveriam ser mais pé-no-chão. Mas ainda pior que viajar na maionese é botar um CAVALO BATIZADO para posar de mocinho, como é o caso do Carl. Dizer que o comportamento dele é problemático é pegar leve: o cara se comporta como um psicótico !

1
Raking hot
3 Gostei  

acho que de alguma maneira a gente quando lemos esses romances queremos sonhar a estoria não precisa ser tão real mas para min precisa espelhar aquilo que eu espero de um homen que é respeito só isso já basta sendo rico nem tão rico precisa provocar en mim sensações boas de homens violentos arrogantes que acham que são os donos da verdade o mundo está cheio e a realidade está ai com mulheres sendo espancadas e mortas triste isso a leitura tem que ser um passatempo saudavel não causar em nós repulsa

1
Raking hot
0  Gostei  

uma leitora disse que o homem era grosso . quero saber onde está o romantismo porque pelo que entendo é disso que esses romances tratam não é mesmo?

4
Raking hot
0  Gostei  

gente concordo com todas vcs, que ogro nossa e a forma que ele da o fora nela que horror e a boba ainda fica se preocupando com ele porque perdeu o filho,muito insenssivel mais gostei.

4
Raking hot
1 Gostei  

Eu gostei do livro, achei ele bem intenso na maldade....A hora que ele diz Se minha mulher se comportar como uma vaca de presépio, que diz amém toda vez que eu abro a boca, as pessoas irão sentir muita pena de mim, coisa que eu, aliás, detesto... foi o fim da maldade, nada que vinha a himilharia mais gente. O fora que ele deu nela indo morar com a ex. Ele sofreu muito pouco, a moçinha deveria ter sido dura na queda, pisoteado ele todos com os cascos do cavalo.Não deixem de ler é uma história intensa.

1
Raking hot
0  Gostei  

Nossa, muito ruim, o cara é um verdadeiro imbecil, o livro é chato mesmo.

1
Raking hot
1 Gostei  

Ler um bom livro é pura diversão, principalmente romances que nos faz sonhar, viajar na imaginação... Mas nesta história fiquei tão chocada e irada, que tive dor de cabeça e mal estar. Fiquei remoendo essa história um bom tempo.

1
Raking hot
2 Gostei  

Gente,concordo com todos os comentários de quem não suportou essa história. Pra falar a verdade,eu li esse romance em formato brochura,fiquei com tanto ódio,que meti a mão e rasguei o livro.Xinguei essa Margaret parget de todos os nomes feios que existe e tenho o maior medo de ler os livros dela,porque ela detona com as mulheres em suas histórias.Já até me perguntei se ela não é um homem machista usando um nome feminino como pseudônimo.

1
Raking hot
1 Gostei  

Pois é. Poucas vezes li uma história onde a mocinha era tão esculachada nesses livros. Gail era tratada como um capacho. O mocinho sempre desdenhando dela e a tratando com grosserias. O primo do mocinho é que deveria ficar com a mocinha. Carl, o mocinho/vilão, ordinário que só ele, deveria ter ficado com a ex-noiva-fútil-interesseira-Diana.

3
Raking hot
6 Gostei  

Esse mocinho/vilão foi horrivel o livro inteiro e depois vem com aquelas lágrimas de crocodilo no final e que mocinha mais idiota,devia ter dado um pé na bunda daquele cafajeste,imagine.. massacrou a mocinha o livro inteiro e depois só duas páginasinha no final para as desculpas,essa autora realmente sabe ser sádica com suas mocinhas!

1
Raking hot
2 Gostei  

Eu queria um livro em que o mocinho até fizesse "caca" no começo da historia,mas que depois tivesse pelo menos umas trinta páginas pra ele rastejar,chorar,implorar por perdão,logicamente fazer tudo isso sem perder a marchesa.

2
Raking hot
3 Gostei  

Cruel, desprezível, um verdadeiro farabuto...todos os adjetivos pejorativos são pequenos diante da atitude aviltante de Carl com Gail. Ah, mas ele não é o verdadeiro culpado. Por existirem mulheres submissas que se deixam pisar é que homens como Carl existem. Alguém em outra parte deste site, comparou este livro com " O fantasma da traição". Este só é menos pior. Pelo menos neste a gente consegue ver a luta interna de Carl, pois ele acha que ama Diana e não entende o desejo intenso que sente por Gail. Largou a outra e voltou para a tonta porque só ela para suportar a arrogância dele, as alterações de humor, porém, Gail não foi enganada. Sabia muito bem que produto ela estava comprando. É um livro hot, mas a mocinha apesar de inteligente, se contenta com migalhas de atenção e o pior é que esse é o retrato fiel de muitas mulheres por aí. Acho que a autora devia explorar mais a presença de Jeff para que o mocinho " se é que se pode chamar esse ser de mocinho" soubesse de uma vez o que est

2
Raking hot
2 Gostei  

Estava perdendo. Gail devia ser mais dura e deixar Carl implorar por seu perdão. A gente sabe que por amor as pessoas fazem coisas incompreensíveis e esta história prova isso. Apesar de não gostar de mocinhos desse tipo a trama é bem construída. Pior do que este mocinho só uma história insonsa. Com Amor Rebelde se sente uma miríade de sentimentos, menos indiferença. Comecei a ler e não consegui parar apesar do mocinho odioso. Recomendo a leitura!

1
Raking hot
2 Gostei  

Essa com certeza é a mocinha mais idiota, trouxa, submissa, sem amor próprio e sem orgulho que eu já vi. O mocinho pisou nela o livro inteiro e no final quando veio arrependido pedir perdão ela perdoou ele na hora. Eu odiei o mocinho do início ao fim mas odiei mais ainda a mocinha pois casou com ele sabendo que era a maior estupidez do mundo. Para mim ela mereceu cada patada que recebeu do cara. Como uma mulher se permite viver essa situação? Recomendo o livro a quem gosta de passar muita raiva lendo um livro. rsrs

1
Raking hot
2 Gostei  

Que livro odioso! Foi uma tortura ler até o final, vi o comentário sobre essa estória em outro livro e resolvi ler, sem ler antes os comentários daqui, antes tivesse lido para desistir do livro. Mocinho mal educado, insensível, grosseiro, NOJENTO, que ficava toda hora ridicularizando a mocinha por sua aparência. Tive esperança que iria melhorar após a relação sexual, mas foi mais decepcionante ainda. Mocinha irritou o livro todo pela falta de amor próprio, vontade dar uns tapas para ver se acordava pra vida. Ele nem sequer a tratava com respeito e gentileza. Esse livro definitivamente não é um romance!! Odiei.....

1
Raking hot
2 Gostei  

Kkkkkkk, gente nunca li tantos comentários falando tão mau do livro, falaram tão mau, mas tão mau que me deu vontade de ler o livro, então vou ler e voltar aqui pra falar mau também kkkkkk

1
Raking hot
1 Gostei  

Meninas, como comentei ontem (como anônimo) que devido a falarem tão mal do livro me deu vontade de ler, então li e me deu vontade de vomitar, Carl não é um mocinho, não passa de um cara patético, grosseiro,obsessivo e idiota (causa zero de tesão), a mocinha é só patética (com a sua submissão não causa paixão). A cena em que ele diz que vai deixá-la e voltar com a outra porque ainda a amava e pede pra mocinha ir embora o mais rápido possível pois pretendia viver com a outra na casa,foi a atitude mais desapaixonante de todos os livros que já li (e olha que já li centenas) e no final o milagre descabido acontece e ele descobre que se apaixonou pela mocinha e ela simplesmente o perdoa, credo é de dar náuseas, enfim vai para a lista de piores.

5
Raking hot
1 Gostei  

Há 02 comentários que achei super coerentes com a estória que é o da Elaine Cristina (26/01/2016) e o da Izabel (19/02/2016). De todos os adjetivos que o mocinho levou aqui, vocês esqueceram do mais importante, o cara foi o tempo todo totalmente SINCERO, ele nunca enganou a mocinha sobre seus sentimentos, e como qualquer homem ele pegou aquilo que lhe era oferecido. Ele nunca disse que a amava ou que estava apaixonado por ela, ao contrário sempre deixou claro que amava Diana e que o casamento era por conveniência. Acho que uma das piores ofensas dele foi quando disse a mocinha, referindo-se a Diana, que: “Você não é digna de pronunciar o nome dela!” E a mocinha o tempo todo se calou, não por ser submissa ou capacho, mas por ter aceitado a situação, que é o maior erro das mulheres, aceitar TUDO em nome do dito amor! A mocinha não era bobinha, ela sabia muito bem o que queria, era forte, decidida, determinada, percebam que era ELE quem sempre precisou dela e não o contrário...

1
Raking hot
0  Gostei  

Assino em baixo,tudo que você falou é coerente com a estória!Apesar do mocinho ogríssimo e da mocinha submissa,o livro é muito bom.Como escreveu a Elaine Cristina,muito pior é uma estória insossa!

5
Raking hot
0  Gostei  

cont... Em relação à construção do romance, essa autora e/ou autor, não sei, ofende a nossa inteligência pela falta de coerência. O cara agiu de maneira grotesca do início ao fim, e depois de passar o fim de semana com a ex, volta todo machão e decidido, e diz que vai trazer a ex pra morar com ele e manda a esposa sair de sua casa. Após, menos de 24 horas, diz que, dentro de um avião, num estalo de lucidez, percebeu que não amava mais Diana? Simples assim? Do nada surgiu essa luz que iluminou sua cabeça? Ah, faça-me o favor né! Que coisa bizarra ninguém mudaria assim da noite pro dia! Mas, no geral não deixa de ser um bom livro.

1
Raking hot
1 Gostei  

Horrível! Eu realmente, sou masoquista! Li o livro depois de tantas reclamações e, aqui estou. Não tenho adjetivos para o "mocinho" e nem para a pata (não tem adjetivo mais educado no momento). Mas sinceramente, ela comprou pelo que pagou. Ele nunca a enganou. Levou, porque quis, simples assim... Ela quis domá-lo, assim como domava os cavalos. Final feliz para mim, seria ela encontrando alguém que a merecesse e ele com dor de cotovelo. Ela infelizmente não tinha amor próprio, e acredito que nem amar o mocinho, ela amava. Amava o Haras e os cavalos, isso sim. Livro péssimo!

1
Raking hot
0  Gostei  

Não posso negar, que a leitura é viciante e intensa, não conseguir parar de ler até o final, o que não gostei foi do fato dela perder o bebê.

1
Raking hot
0  Gostei  

Essa autora realmente tem problemas sérios. Seus mocinhos são diabólicos, não ogros. São opressores, dominadores e em alguns livros estupradores. Na minha opinião, é um pseudônimo para um machista e chauvinista. Esse romance é uma cópia do livro da Yvonne Whitall. Uma cópia mal feita, isso sim. Eu mandava esse ogro pastar e chafurdar na lama.

1
Raking hot
0  Gostei  

Eu bem que te avisei, pra não levar a sério O nosso caso de amor, eu sempre fui sincero e você sabe muito bem Eu bem que te avisei pra não levar a sério O nosso caso de amor, eu sempre fui sincero e você sabe muito bem Eu não te prometi nada Não venha me cobrar por esse amor Pois esse sentimento eu não tenho pra te dar Sinto muito em te dizer, vê se tenta esquecer Os momentos que passamos que juntinhos nos amamos Leve um beijo e adeus

1
Raking hot
0  Gostei  

Daí o Carl diz para Gail: Me dê motivo Pra ir embora Estou vendo a hora De te perder Me dê motivo Vai ser agora Estou indo embora O que fazer?... Estou indo embora Não faz sentido Ficar contigo Melhor assim Então a Gail, responde ao Carl: -"já que você quis assim tudo bem cada um pro seu lado a vida é isso mesmo eu vou procurar e sei que vou encontrar alguém melhor que você espero que seja feliz no seu novo caminho ficar com contigo não faz sentido melhor assim" Mas, após o Carl tomar o avião, ele cai em si, e fica amargurado à pensar Me dê motivo Foi jogo sujo E agora eu fujo Pra não sofrer. Ela bem que poderia ter-lhe di Fui teu amigo Te dei o mundo Você foi fundo Quis me perder..Agora é tarde Não tem mais jeito E o teu defeito Não tem perdão Eu vou à luta Que a vida é curta Não vale a pena Sofrer em vão... Pode crer você pôs tudo a perder Não podia me fazer o que fez E po

1
Raking hot
0  Gostei  

Pode crer você pôs tudo a perder E por mais que você tente negar Me dê motivo! Pode crer eu vou sair por aí E mostrar que posso ser bem feliz Encontrar alguém que saiba me dá Me dá motivo Me dá motivo!... Tchu! Tchururururu! Tchu! Tchurururu! Tchu! Tchururururu! Tchu! Tchururururu!

1
Raking hot
0  Gostei  

Nossa eu chorei com esse livro! a parte que ele manda ela embora foi muito bem escrita era com se eu tivesse vivendo aquela cena. Eu não teria perdoado ele e eu acho que a outra deu com o pé na bunda dele isso sim. Ela masoquista e o pior é saber que existem mulheres que vivem assim. eu não acredito na mudança dele acho que as agressões psicologias vão continuar.

1
Raking hot
0  Gostei  

Essa autora e a Robyn Donald não decepcionam! São machistas, masoquistas, psicopatas e misóginas. Eu ainda acho, que essas autoras são pseudônimos para homens mal amados. Credo!

Comente livros de romance!
Senha: adororomances
Nome
Nota
Estilo
Use a tag [spoiler] Escreva seu texto aqui! [/spoiler] se contar algo importante sobre o livro!
Use a tag [img] Coloque a URL da IMAGEM aqui [/img] para colocar gifs animados nos comentários.
Comentário
Goweb | Web Design, Web Marketing, Soluções Web
www.goweb.pt