Livros disponíveis na Amazon



Mel do Pecado de Bárbara Leigh
Raking do livro
 5 5
Ranking Hot
Raking de calor
Votos: 22

Mel do Pecado


o Touch the Sun
A história de um amor polêmico que transgride todas as leis. O mais profundo desespero assaltava Connaught. Contra todos os valores de guerreiro medieval apaixonara-se por outro homem! Amava Drue Duxton, ansiava desesperadamente pelo corpo dourado de mel e sol do lendário cavaleiro que o tornara prisioneiro em terras inglesas. Como desejava expiar esse sentimento que ameaçava sua vida e sua alma com o fogo do inferno. Seu amor por Drue era a um só tempo benção e maldição! Drue compadecia-se do prisioneiro, cujos olhos azuis cheios de céu refletiam o peso de todos os pecados! Mas não podia lhe aliviar os tormentos. Ela havia renegado seu sexo por juramento e por opção.
141 pessoas querem ler este livro!
Listas com este livro

Outros livros com o mesmo assunto

1
Raking hot
1 Gostei  

Me desculpem as meninas que gostaram deste romance, mas ele é uma das coisas mais estranhas que já li. Esse negócio de ele aceitar a mocinha mulher-macho-sim-senhor do jeito que ela é, sei não...:P

2
Raking hot
2 Gostei  

Li há muito tempo. Preferia que ela fosse mais feminina e que podesse ter filhos. A história do jeito que foi contada parecia um romance entre homens. Mesmo depois de tanto tempo que li, dá para ver que fiquei impressionada com a história. Pois, ainda lembro de muitos detalhes.

1
Raking hot
0  Gostei  

valeu pelos comentarios nem vou ler!

4
Raking hot
0  Gostei  

Gostei do livro eu costume guarda os livros que Gosto e eu tenho esse em Casa eu nao lembro muito dele como ja lir muito livros ficar dificil lembra porque gostei mas vou da uma relida depois comento porque gostei ok.

1
Raking hot
0  Gostei  

Eu concordo com as meninas que disseram que a mocinha não é feminina e o mocinho aceitou ela mulher macho. Foi no mínimo estranho,pois parece que a autora quis fazer um romance entre dois homens e foi obrigada a mudar o rumo. Até mesmo o irmão dela achava que ela era homem!!!!

1
Raking hot
0  Gostei  

Saiu mais pimentas do que eu queria kkkk

1
Raking hot
0  Gostei  

Eu lí e realmente é no mínimo esquisito. td bem que ele se odeia por achar que ama um homem , mas ela continuar usando roupa de homem ...

1
Raking hot
5 Gostei  

Eitchaaaa...Como vcs podem amar a CARÍCIA DO VENTO, em que a mocinha foi cooptada pelo mocinho a viver clandestinamente uma vida bandida, e não compreendem MEL DO PECADO, em que a mocinha, também corajosa, vive seu amor clandestinamente porque quer ser mais que um ser submisso e sem personalidade ??

1
Raking hot
0  Gostei  

Drue foi educada para ser um menino; seria anormal largar tudo, até a personalidade própria, para viver esse amor. E convennhamos: ela é masculinizada pq seria esquisito um cavaleiro de lingerie rosa.

5
Raking hot
1 Gostei  

Esse livro é polemico, mas realmente e muio lindo. Um livro que mistura amor, guerra, muita abrenalina. Muito diferente,mas excelente!!! Vale a pena ler...

5
Raking hot
7 Gostei  

MEL DO PECADO é um livrão, merece nota máxima; talvez até virar um filme. E é ótimo, para variar, ter uma mocinha ambiosa, que prefira terras, prestígio e bens a ser simplemente esposa...com a vantagem de ter o amor incondicional de um homem maravilhoso que a adora. Pra que mais ???

4
Raking hot
0  Gostei  

Meninas!!!! acabei de ler esse livro...a mocinha é mto corajosa...o mais interessante é q tdos esqueceram q ela era mulher e a tratavam cmo homem..eu nunca havia lido uma livro assim..é surpreendente!!!recomendo

1
Raking hot
0  Gostei  

esquecí de dar a nota.

1
Raking hot
2 Gostei  

Vcs já ouviram falar em ferômônios ? Pois bem, homens e mulheres captam uns dos outros não importa a roupa que usem, se o tipo físico é frágil ou atlético; isso explica a atração sexual entre a Drue e o Connaught, que não tinha nenhuma conotação homosexual.

1
Raking hot
0  Gostei  

O que me é estranho não é só ela se vestir de homem, ela tem todos os tregeitos de homem. Os soldados , o irmão e até a cunhada que tenta seduzì-la pensam que ela é homem. E ela se recusa terminantemente a ser feminina. Não precisa ser pra todos mas que fosse só para o seu homem.

1
Raking hot
0  Gostei  

Fui até o fim! Meninas não consegui mesmo digerir a masculinidade da mocinha! Ela é um HOMEM! Até os filhinhos do mocinho a chama de pá! E ela adora ser homem! Fiquei arrasada pelo mocinho! Ele sim a amou bem mais que ela a ele. Uma relação é feita de renúncias de ambos os lados, e só ele cedeu!

1
Raking hot
0  Gostei  

O livro não só tem conotação homo no referente a mocinha e o mocinho como admite abertamente que o rei Eduardo II e Piers Gaveston são amantes ¨-Vejo em seu rosto o mesmo carinho que costumo ver em Piers Gaveston. Sei que, no fundo de seu coração, você ama este homem do mesmo modo como eu amo Piers¨

1
Raking hot
0  Gostei  

Gentem não gostei e não vou ler nunca mais nesse estilo.

1
Raking hot
0  Gostei  

Meninas sugestão de um livro em que a menina finge ser um homem, no livro no caso, ela finge ser um rapazinho de treze anos fugindo da família que a quer obrigar a casar com quem não quer. Ela realmente finge por semanas ser quem não é, e o mocinho realmente fica confuso, daí são os feromônios...

1
Raking hot
0  Gostei  

Um dia ela é espancada por um dos funcionários dele, e quando ele a socorre e vai tirando os tecidos que a reveste... muito bom! Esse sim eu recomendo, pois ela é feminina, e só usou esses artifícios para uma fuga. o livro é UM AMOR ABENÇOADO, da autora JOANNA MAITLAND, é da Harlequin Históricos.

1
Raking hot
1 Gostei  

Outro que sugiro com este tema é Um Amor Maravilhoso da Judith Mcnaught, simplesmente perfeito. A mocinha o salva de uma emboscada feita por bandidos, vestida com uma velha armadura e montada em um pangarén então ele pensa tratar-se de um menino até que... Simplesmente lindo!!!

1
Raking hot
0  Gostei  

Um amor Maravilhoso é nota 10, mas sou suspeita, pois Judith é minha favorita. A mocinha ainda está em fase de desenvolver o corpo quando conhece o mocinho.

1
Raking hot
0  Gostei  

Verdade né, a Judith nunca perde a mão, nem nos histtóricos, nem nos contemporâneos. Estou com Alguém para Amar na minha lista. :-)

1
Raking hot
0  Gostei  

Meninas tem um livro muito bom com o mesmo tema a mocinha perder o noivo estao se veste de rapaz para lutar com os rebelde ai conhecer o major Connor Que se apaixonar por ironia e irmao do noivo Que o pai matou ele morre de odio pela familiar dela. E ilario quando ele achando Que ela e um rapaz a

1
Raking hot
1 Gostei  

Levar a um bordel para ter iniciaçao sexual quase morro de rir e muito bom precisa ler .

1
Raking hot
0  Gostei  

amadaaaaa qual o nome deste livro? Parece ser mtobom!!!!

1
Raking hot
0  Gostei  

Dayane e flor do pantano de patricia potter porde ler sem medo ok depois comentar

5
Raking hot
0  Gostei  

Este livro é perfeito, diferente de tudo que já li.

1
Raking hot
0  Gostei  

Que livro horroroso, nem terminei.

1
Raking hot
0  Gostei  

Fala sério! E ainda tem gente que gosta .

1
Raking hot
0  Gostei  

Alguêm leu Flor do pântano da Patricia Potter ?

1
Raking hot
9 Gostei  

Agora mesmo estava num outro livro pixando romances brasileiros e eis q essa estória me lembrou 1 ótimo q li há muiGRANDE SERTÕES VEREDAS,q virou miniséria na Globo,com Tony Ramos e Bruna Lombarde!um primor,maravilhoso!YENTL,é 1 filme q tb segue essa linha(lindo,tb)AMO ESSE SITE!!!BJSS

1
Raking hot
0  Gostei  

Concordo que o livro não é fácil de digerir, principalmente quando estamos acostumado ao esquema bilionário-moreno-grego/italiano-garanhão-mocinha-pobre-virgem. Mas acho que a escritora foi fantástica em criar uma mocinha fantástica como a Drue.E isso foi o que chocou todo mundo.

1
Raking hot
5 Gostei  

Porque a Drue é infinitamente mais forte que o Connaught, que não abriu mão de nada, mas queria que ela abrisse mão de tudo: bens, personalidade própria e até de sua índole guerreira. E quem ama, ama tudo, não escolhe, ama por inteiro.

4
Raking hot
4 Gostei  

TEM livros,ANNA,q temos q ler sem preconceito algum,se ñ perde toda a graça,q está exatamente nas diferenças!é só falta de costume,eu gostei,principalmente do final.O q tem só ele abrir mão?são sempre as mulheres q tem q fazer conseções o tempo todo pq?...AMO ESSE SITE E A VERSATILIDADE TAMBÉM!BJSSS

1
Raking hot
1 Gostei  

A Drue é um homem que infelismente tem vagina.

1
Raking hot
1 Gostei  

Eu fico me perguntando se fosse o inverso,se o Connaught se vestisse e se comportasse como mulher,mas na intimidade com a Drue fosse realmente um homem,sinceramente,na minha opinião esse livro foi brochante. Não sei se é pelo fato de eu adorar e me orgulhar por ser mulher e ser feminina q/ñ entendo

1
Raking hot
0  Gostei  

kkk. Eva você consegiu definir em uma frase o que achei do livro. Estava agora na COmu do Adoro e tem um post só com comentários desse livro. Tem quem o ama, tem quem não o entende, que é o meu caso... Gostei do seu comentário, irreverente e corajoso.

1
Raking hot
0  Gostei  

aff... acho que todas iam amar se ela fosse do tipo submissa e capacho dele... o exagero do livro esta, não nela se vestir e se comportar como homem, mas sim na reação dos outros personagens diante dela... outra época né gente...

1
Raking hot
0  Gostei  

Não acho que ela devia ter se tornado feminina no final como as historias onde tem um personagem deficiente que no final do livro volta a andar ou a enxergar como se fosse um erro ser deficiente um erro que a autora teve que corigir. O livro podia ser diferente ali, aqui, mas ta bom...

5
Raking hot
10 Gostei  

Olá, passei muito tempo em busca deste livro e finalmente achei na estante virtual, já havia lido aqui, é belo, é romântico e para as companheiras que leram fica a dica Drue JAMAIS poderia aparecer como mulher pois era próxima ao rei e reis não perdoam serem enganados, era morte certa,beijos.

5
Raking hot
0  Gostei  

li faz um tempinho e não esqueço desse romance maravilhos.

1
Raking hot
0  Gostei  

Eu amei a história,recomendo a leitura.

5
Raking hot
3 Gostei  

Esse livro é sensacional! Um dos melhores que li! Sempre que lembro dele dá vontade de reler! Recomendo!

1
Raking hot
6 Gostei  

Na época em que a Drue viveu, o único direito das mulheres era NÃO TER DIREITO ALGUM. Não tinham direito a propriedades, renda, herança,opinião, voto, filhos, ao próprio corpo - tudo era do pai ou do marido. Por um infortúnio, ela precisou se fantasiar de menino, e com isso, conquistou amor próprio, riquezas, glória, status, reconhecimento e, em cima disso, ela forjou sua personalidade guerreira. Seria justo ele tirar isso dela ? Seu próprio eu ? E para quê ?

1
Raking hot
8 Gostei  

E, como bem lembrou a Veruska, ela não apenas perderia todos os seus bens e destruiria sua família acaso se assumisse como mulher ( para quê ?? ). Ela também seria condenada à morte se, aquela altura, fosse descoberta .Quanto a parecer mais feminina para o Connaught... bom, ele se apaixonou por ela porque a admirava e respeitava como guerreira, pela força, coragem, argúcia, inteligência - e não porque ela envergava bem um vestido rosinha ou cheirava a lírio. E , convenhamos, a única parte em que ela precisava ser feminina, ela era - e o casal aproveitou muuuuito disso rssss

5
Raking hot
2 Gostei  

Amei a estória, guardei muuuitos anos Preconceito de quem acha anti-natural o que ocorre entre os protagonistas. Eu achei muito excitante.

1
Raking hot
0  Gostei  

me enviem esse romance to super curiosa aniarubles@outlook.com

5
Raking hot
0  Gostei  

Nossa que historia linda.. apaixonei pelos personagens, pra mim ta entre os melhores

5
Raking hot
1 Gostei  

Não é convencional é ótimoooooooooooooooooooo!

1
Raking hot
0  Gostei  

Cara, eu tenho esse livro e sinceramente é broxante mesmo. É daqueles que você começa e reza para acabar logo. Indicaria sim para algum desafeto, caso eu tivesse

5
Raking hot
5 Gostei  

Gente, que machismo é esse?? Como assim ela tinha que ser mais feminina?? Dá um tempo, ela foi criada num ambiente onde todos pensavam que ela era homem. E daí que ela queria pegar numa espada e ir à luta? É como se vocês estivessem dizendo que mulher serve apenas de cozinheira, lavadeira,e buraco pro homem, nós não estamos no século passado não (apesar da história se passar em outro século, rsrs). Mas em fim, à parte minha indignação, rsrs, cara, eu absolutamente AMEI esse livro, e o final...VÉI. É simplesmente INCRÍVEL. E eu achei sacanagem ele ficar querendo que ela virasse mulherzinha assim de repente, sendo que ele sempre gostou dela pela sua coragem e força e etc. Ela claramente não poderia viver como mulher naquele século, não daria certo. E cs viram, desde criança ela já tinha meio que isso, de ser fascinada, não pelos contos de fadas de princesa e amor e blá blá blá, mas por esse tema de guerreiro, força e etc

1
Raking hot
0  Gostei  

Meninas valeu pelos comentários. Nem vou ler, pois não faz o meu estilo.

4
Raking hot
0  Gostei  

Que historia mais estranha! ela nao so se disfarçava de homem ela nao se aceitava como mulher e todos achavam que ela era homem ate o irmao dela.Tambem concordo que so ele cedeu em aceita-la como ela era. Ela nao cedeu nda! O mocinho teve para ficar com ela teve que aceitar essa relacao esquisita!

Comente livros de romance!
Senha: adororomances
Nome
Nota
Estilo
Use a tag [spoiler] Escreva seu texto aqui! [/spoiler] se contar algo importante sobre o livro!
Use a tag [img] Coloque a URL da IMAGEM aqui [/img] para colocar gifs animados nos comentários.
Comentário
Goweb | Web Design, Web Marketing, Soluções Web
www.goweb.pt