Livros disponíveis na Amazon





A carícia do vento de Janet Dailey
Raking do livro
 3 3
Ranking Hot
Raking de calor
Votos: 295

A carícia do vento


Coleção Livraria

, N° 0
Editora Outra , 1997
A protagonista é a jovem milionária Sheila Rogers, bela, impulsiva e mimada que vivia em Austin, no Texas. Sheila contraria as expectativas de seus pais e foge para Juarez, no México, com Brad Townsend, um homem bonito e envolvente, mas que nada mais era senão um caça-dotes. A lua de mel do casal converte-se num verdadeiro inferno quando seu marido é brutalmente assassinado e ela é sequestrada e levada por um bando de pistoleiros para um esconderijo nas montanhas. É ali que Sheila conhece Ráfaga, homem corajoso e idealista, e logo o ódio se transforma numa paixão arrebatadora.
1058 pessoas querem ler este livro!
Listas com este livro

Outros livros com o mesmo assunto

1
Raking hot
0  Gostei

Nossa abuso de todo lado, não gosto desse estilo de história.
1
Raking hot
0  Gostei

Livro péssimo..nossa li de teimosa pork sabia q nao ia gostar..e nao gostei mesmo ..
1
Raking hot
0  Gostei

por viver com ele e ele voltar por ela não me convenceu como atos de amor, para mim é uma história de paixão desenfreada, quase obsessão.
1
Raking hot
0  Gostei

cede, e se converte em mais uma escrava sexual. Cheguei a pensar que ela iria ter um romance com Laredo, porque com ele, pelo menos, ela dialogava e ele se interessava, até certo ponto, por seu bem-estar. Ráfaga queria a mesma coisa que Juan e, sendo inteligente, esperou o momento certo para abordá-la sexualmente e decidiu, finalmente, carregá-la para cama porque ela havia tentado seduzir o americano. A diferença foi que ele, ao contrário de Juan, tinha boa aparência e com isso conquistou a atenção de Sheila, além de fazer pequenos “agrados” para conquistá-la, mas também usou de violência, na 1ª vez- ela se debateu e depois cedeu. O mocinho não acreditou em Sheila quando ela afirmou que o tal Juan invadira o quarto para estuprá-la e vi mais sentido de posse e de dominação do que amor nas ações de Ráfaga. Gosto de romances que começam com a atração física, que é natural, mas se constrói, ao longo da trama, uma relação de amor. Não senti isso em Sheila e Ráfaga, o fato dela optar por v
1
Raking hot
0  Gostei

Respeito a opinião de quem adorou e amou, mas, lamento, DETESTEI. A única coisa positiva foi mostrar uma realidade mais crua, com personagens delinquentes e linguagem mais realista, para variar dos milionários sedutores. Sheila é mais uma mocinha daquelas que grita “eu te odeio” e 30 segundos depois já está na cama. Ráfaga é dominador, machista e vive por um código de honra. Não me convenceu como uma história de amor. O que há, na minha opinião, é paixão carnal. Amor, nesses personagens, eu não senti. Sheila se interessa pelo marido porque ele não se dobra a seus caprichos e a excita. Ela estabelece o mesmo padrão com Ráfaga, ele a domina e a excita. Ela luta com Ráfaga, mas se entrega, sempre. Ele afirma que vai fazê-la deseja-lo tanto quanto ele a deseja, fala que está enfeitiçado. Ambos são amarrados pela atração física. Não percebi carinho, cuidado, cumplicidade, consideração... respeito, então não existe nessa relação. A ordem é dominação. E a mocinha, como sempre, se revolta, mas
Comente livros de romance!
Senha: adororomances
Nome
Nota
Estilo
Use a tag [img] Coloque a URL da IMAGEM aqui [/img] para colocar gifs animados nos comentários.
Comentários
Goweb | Web Design, Web Marketing, Soluções Web
www.goweb.pt